quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Lactose engorda? Mocinho ou vilão?



A polêmica está pegando fogo! Ele tem fama de superalimento, mas pode não ser tão bem-vindo ao nosso organismo.


A lactose é o açúcar do leite. Não é tão doce quanto o açúcar de mesa, mas assim como o branquinho, fornece energia às células quando comemos.


Lactose na dieta


A molécula de lactose é classificada como um carboidrato, colocando-o na mesma categoria nutricional de todos os açúcares da dieta, bem como o amido. Todos têm o mesmo número de calorias - 4 por grama consumida. A lactose tem um sabor mais doce do que o amido, mas não tão doce quanto os açúcares como a sacarose - açúcar de mesa - e frutose, que é o açúcar das frutas.

A lactose é encontrada no leite e outros produtos lácteos e podem certamente armazenar gordura corporal, se consumidos em excesso.


Digestão e absorção de lactose

As células  usam a lactose para fornecer energia. A lactose é formada por duas unidades de açúcar (glicose e galactose). Como o nosso organismo não consegue absorver dissacarídeos é necessário fazer a quebra da lactose para que seja absorvida pelo intestino e corrente sanguínea. Esse processo é feito por uma enzima chamanda lactase.

A estimativa é de que 60% da população mundial tenha algum grau de intolerância ao leite, causado pelo deficiência da lactase. Tudo começaria por volta dos 5 anos, quando, geralmente, o organismo humano começa a diminuir a produção de uma enzima lactase, responsável pela digestão da lactose, causando inchaço, retensões, etc... Por isso alguns fisioculturistas preferem não fazer uso de leite e derivados durante a fase de cutting. Além disso, a lactose age de forma muito semelhante ao açúcar refinado, amido ou fécula, uma vez digerido e absorvido.

Quando não é digerida, a lactose passa por um processo de fermentação no intestino e se transforma em “comida” para fungos e outros microorganismos típicos da flora intestinal, que se multiplicam causando doenças e deixando as bactérias do bem, como os lactobacilos, em desvantagem. Quando isso acontece, o corpo dá sinais: intestino preso, dores abdominais, flatulência, dores de cabeça e alergia de pele que provoca manchas avermelhadas e coceira. Como as vitaminas e outros nutrientes essenciais dependem de um intestino sadio para ser absorvidos, o bom funcionamento do organismo como um todo acaba sendo afetado.

E olha essa: É no intestino que boa parte da serotonina, o neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e pela diminuição do apetite por carboidratos, é produzida. Quando as funções do intestino são prejudicadas — seja pela presença indigesta de um alimento ou por outro tipo de distúrbio —, a produção de serotonina fica comprometida. E a falta dessa substância no organismo está associada a depressão. Depressão a gente sente depois de se intupir de carbo...


Mas, alguns médicos apoiam o consumo do leite já que segundo eles, o leite, quando metabolizado, produz o ácido linoleico conjugado (CLA) que é fundamental para a prevenção de alguns tipos de câncer (câncer de mama e próstata) bem como auxiliar no emagrecimento. O problema é que o CLA tá presente na gordura do leite... Melhor a gente ficar com as cápsulas mesmo...



Tá, mas e o cálcio?

Sem dúvida, o leite (e derivados) é campeão absoluto de cálcio, mineral mais que importante para garantir ossos fortes. Mas, não é só beber e pronto tá lá o cálcio... O cálcio necessita de outros minerais como o boro, o magnésio e o manganês para ser fixado nos ossos. E a presença desses nutrientes depende diretamente de uma alimentação balanceada. As folhas escuras, como couve, brócolis, chicória, almeirão, escarola e mostarda, têm de sobra tanto o cálcio como os outros minerais citados. Um prato de sobremesa dessas verduras todos os dias, no almoço ou no jantar, dá conta de repor o cálcio que o corpo precisa.


Mas para que não consegue viver sem leite, o leite de soja pode ser uma boa opção, assim como o tofu e iogurte de soja. Além disso, hoje em dia existem no mercado vários produtos com baixo teor ou sem lactose.



Eu achei esse aki, é uma delícia. Não é de soja. É Lacfree!!! E com precinho amigo... R$ 3,99.




Bjs...

7 comentários:

Juliana disse...

Foi pra mim esse post??Pode contar!!!kkkkk Mas parece q foi!!!!

Flávia Lobão disse...

Não vou mentir Ju... Vc deu a deixa, kkkkk!!!!

Rosely disse...

Olá, adorei o post! Ontem fiz uma consulta com um naturalista e ele me disse que possuo intolerância a lactose.Agora farei a restrição do leite e dos derivados para ver se me livro da dor de cabeça.
obrigada

Flávia Lobão disse...

Rosely que bom que conseguiu achar a causa do seu desconforto!!! Agora vai!!! Bjs.

nandajudoca disse...

Ai, que horror! Meu queijo minas e meu requeijão ficam como? Eu como no café d manhã. O que faço agora?

Anônimo disse...

Ola tenho intolerancia a lactose e mesmo assim continuo ingetindo alimentos a base de leite, isto pode ser a causa do empachamento qdo como e nao conseguir emagrecer? Vc pode me dar algumas dicas, por favor? Abraços

Anônimo disse...

Quero saber se a lactose aumenta o açúcar no sangue.

Postar um comentário

Saradas tricotando!!!