quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Soja: longe de ser saudável!!!


Tudo bem?

Ontem eu falei com vocês que eu tinha ido no nutri né? Então, uma das zilhões de coisas que ele me disse, essa foi a pior. O LEITE DE SOJA.

Para início de conversa ele me disse uma coisa muito sensata. Leite de soja? Não existe leite de Soja. Para ser leite, tem que sair de uma glândula mamária. O que não é o caso da soja. Então estamos falando de suco de soja. Além de não existir carne de soja, porque se não sangra, não é carne!!!

Eu passei a consumir o "leite de soja" a dois meses achando que seria melhor para a minha absorção protéica, já que não tinha lactose. Mas desde ontem bani esse alimento da minha dieta forever!!!

Vou explicar porque. Eu achei esse artigo e gostaria de compartilhar com vcs alguns trechos. Quem quiser ler na íntegra no final tem o endereço.


PROBLEMAS NA COMPOSIÇÃO

O leite de soja, seja na formulação de pó em lata ou líquida em caixas, jamais é pura soja. Isso seria absolutamente maléfico.

Esses produtos são fortemente modificados em sua composição final para atender predicados mínimos de saúde nutricional.

É muito comum ouvir sobre a importância do uso de leite de soja para mulheres na menopausa que não tomam leite. O cálcio, que se diz presente nas embalagens de derivados de soja, foi colocado lá artificialmente! E se não estivessem lá o metabolismo do cálcio seria seriamente comprometido. A soja pode ser um terrível problema para o desenvolvimento ósseo normal.

Outro grave problema é o excesso de manganês. Esse excesso nem é uma conseqüência da industrialização, é um problema inato do grão de soja. Esse mineral pode ser encontrado em concentrações 30 vezes maiores que a do leite humano. O excesso de manganês pode estar associado á déficit de atenção, dificuldade de aprendizado, distúrbios de comportamento e agressividade.


PRESENÇAS INCÔMODAS

Parte dos problemas que levam a falta dos minerais tem a ver com os constituintes incômodos da soja.

Os fitatos – ou ácido fítico – reduzem de forma marcante a absorção de vários importantes minerais alimentares. Esses fitatos não são completamente neutralizados pelo processamento industrial. Os inibidores da tripsina são outros desagradáveis constituintes desse vegetal. Eles perturbam a digestão das proteínas e podem levar a distúrbios pancreáticos.

Há ainda os agentes anti-tireoideos, ou groitogênicos, que podem estar associados a doenças auto imune que afetam essa glândula. Os danos à tireóide foram descobertos já em 1939, e isso obrigou os fabricantes a adicionar iodo aos derivados de soja. Infelizmente, isso pode não ser o suficiente para proteger plenamente os consumidores.

O processo industrial pode gerar lisinoalanina – agente tóxico, e nitrosaminas, reconhecidos carcinogênicos. Além disso, pode ser produzido MSG, ou ácido glutâmico, com ação neurotóxica. Adicionalmente os produtos a base de soja podem ter taxas elevadas de alumínio, um dos tóxicos minerais mais comuns presentes no organismo.



OUTROS NUTRIENTES

A lactose é responsável pela doçura do leite materno. No organismo ela é transformada em galactose e será importante constituinte da mielina das células do sistema nervoso central.

Os fabricantes de fórmulas a base de soja utilizam sacarose ou xarope de milho, bem mais baratos, na confecção de seus produtos. Colocam em seus rótulos a virtude de não terem lactose, que como todos nós temos ouvido, parece ser um problema na constituição bioquímica do leite.

A fraude é óbvia.

O leite à base de soja tem outra “virtude” do mundo new age: tem zero % de colesterol. Ao contrário do leite materno que é riquíssimo nessa substância, que pode corresponder a 50% de seu valor energético. O colesterol é fundamental para o desenvolvimento normal do sistema nervoso central. Todas as vitaminas lipossolúveis – A, D, E e K – naturalmente faltam nas fórmulas à base de soja. Não existe vitamina B12 em qualquer alimento do reino vegetal e essa vitamina absolutamente vital também falta no leite de soja.

A insensata crença de que o beta caroteno vegetal pode ser um substituto da vitamina A pode trazer danos ao fígado de recém nascidos e levar à falta dessa vitamina. Problemas oftálmicos podem acontecer. A antiga tradição de se adicionar óleo de fígado de bacalhau visava suprir essas limitações: vitaminas A e D.



ATAQUE À SEXUALIDADE

Como já vimos a soja tem vários anti-nutrientes: os inibidores da tripsina, o fator anti tireóide, os fitatos, o fator alergênico. Um quinto fator anti-nutriente é composto pelos fitoestrogênios.

Como todos sabemos a soja é rica em isoflavonas. É público e notório que as isoflavonas tem atividade biológica similar aos estrogênios. Muitas pessoas crédulas dos benefícios dos alimentos de origem vegetal entendem que as isoflavonas são uma dádiva abençoada por Deus presente nesses seres vivos.

A maioria não se pergunta: porque as plantas têm isoflavonas? Será que isso não tem uma finalidade a favor delas e contra seus fanáticos consumidores? Algumas pesquisas demonstraram uma péssima virtude dos fitoestrogênios: inibir a capacidade reprodutiva dos seus predadores.

Ao contrário do que muita gente gostaria de acreditar, os agentes estrogênicos presentes nas plantas podem ser um delicado veneno que não mata, mas inibe a reprodução e corrompe lentamente a saúde de quem o consome.

Elas são amplamente absorvidas pelos lactantes e alcançam taxas sangüíneas comparáveis àquelas encontradas em estudos com animais de laboratório sobre a ação estrogênica dos vegetais.

Alguns autores entendem que a alimentação à base de soja em lactantes os expõe a ingestão de quantias similares a cinco pílulas anticoncepcionais por dia. Alcançam 13000 a 22000 vezes mais agentes estrogênicos em circulação do que crianças alimentadas com leite. Pode ser altamente prejudicial aos meninos que precisam ter eficiência nas ondas de ação de testosterona nos primeiros meses de vida.

A alimentação com soja pode estar incriminada no incrível aumento de puberdade precoce entre as jovens americanas, (chega a 50% entre filhas de origem africana). Os garotos podem apresentar problemas de desenvolvimento físico e sexual. Eles também parecem ser mais sensíveis a problemas de desenvolvimento cognitivo.

Bem, é isso!!! Fica o alerta para que consome a soja!
 
 
Bjs e mais tarde eu volto!!!

14 comentários:

Kaka Lumma disse...

Meu deus, eu nem fazia ideia disso...meu deus!!!!!

Flávia Lobão disse...

Pois é... Nem eu!!! Vivendo e aprendendo!!!

Dri disse...

ainda bem que parei de tomar leite de soja...

Lais disse...

Nem imaginava isso tudo da soja, mas ela tmb não está na minha dieta... Menos mal.

Vi Bocacio disse...

Sabe que eu até tentei consumir aquele Ades Zero, mas tenho q dizer: me dava gases! Agora estou aqui pensando que ainda bem!

Muito bom o post como sempre!

Bjks

Dhy Saturnine disse...

olá, obrigada pela visitinha!! meu medico tb falou pra não consumir soja!!

Flávia Lobão disse...

Pois é meninas, nem eu sabia de tudo isso. Parei com a soja de vez. Bjs.

Flávia Lobão disse...

Dhy obrigada. Bjs.

Larissa disse...

Achei o texto extremamente tendencioso, principalmente no que prega o não consumo do leite de soja em crianças em fase de amamentação, e eu até concordo que caso não haja a amamentação natural disponível, existem outras opções mais interessantes.
Quanto ao consumo em adultos, há diversas coisas que podem facilmente ser ignoradas nesse texto, por exemplo, a questão do alumínio. Quando você cozinha um alimento em uma panela de alumínio, você transfere o metal pro alimento, e isso não é um problema. O problema é a grande quantidade, o que um copo de 200mL de leite de soja não vai garantir...
Fora isso, eu abri o link e vi as referências bibliográficas do texto, e são válidas, mas são antigas...
O melhor a se fazer, é pesquisar por referências atuais e confiáveis (wikipédia não vale), que são as publicadas em revistas médicas e periódicos.
E atualmente um dos tratamentos preferidos pelos médicos nos sintomas do climatério (menopausa) são os a base de isoflavonas de soja!

lu kowalski disse...

gostei do texto. Eu tomava leite de soja zero a noite com minha caseina.... e demanah com whey, minha barriga vivia inchada, resolvi dar um tempo e não tive mais o problema...depois de ler o post e saber dos maleficios do produto, decidi não tomar mais....beijão Flavia!

Flávia Lobão disse...

Larissa, eu respeito a opinião de todos, por isso meus coments são públicos. Mas devo discordar no que vc disse em respeito do alumínio. Meu projeto de gaduação e minha dissertação de mestrado foi analisando os efeitos tóxicos do alumínio e posso te garantir que o que vc ingere da panela pode te fazer mal, muito mal. Doses míninas de Al já são suficientes. E quanto ao consumo de isoflavonas, é só olhar no pubmed (e não no wikipedia) que vc achar muitos artigos relacionados a cancêr. Se quiser posso lhe enviar.
Postei esse texto, por ser de fácil entendimento. Mas deixo claro que é minha opinião e não estou impondo a mesma a ninguém. Bjs.

annarrs disse...

Sei que o post não é tão recente... Concordo que alimentos industrializados não são a melhor opção, mas dizer que alimentos de soja não fazem bem é tendencioso, como disse Larissa.

Infelizmente, há muitos enganos nutricionais por parte de quem pratica atividade física, como por exemplo o excesso de consumo de proteína animal e a condenação de alimentos in natura, como frutas. A soja contém agrotóxico?! ok... mas ninguém condena o consumo exagerado de aves, que crescem para o abate em 15 dias, qdo o natural seria 45 dias..Há outras fontes de proteína, cálcio, minerais.. que não são apenas frango e batata doce. Falar do "leite' de soja é fácil, mas e o 'leite' desnatado originado de um animal entupido de hormônios..Bem, é minha opinião...pessoal,vamos ler mais criticamente as coisas antes de se chocar e abolir alimentos ..

Flávia Lobão disse...

Obrigada por expor sua opinião Anna. A escolha de consumir ou não qualquer alimento é totalmente pessoal e intransferível. E tb é minha opinião, cada um sabe o que faz, ou o que come. Bjs.

Lo disse...

Acho q td mundo deve ler uma segunda opinião a respeito, já que nada é absoluto e tem 100% de razão, leiam outras matérias para construir sua opinião.
No meu ver, acredito que não seja tudo isso não. Pode não ser a melhor proteína, mas fazer mal já força demais. É claro que tudo em exagero pode ser prejudicial. O certo é consumir proteina das carnes, ovos, leite de vaca, e também soja.

Postar um comentário

Saradas tricotando!!!