quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Esteroides anabolizantes sintéticos valem a pena?

Oi gente...

Vou compartilhar com vcs a matéria dessa quinzena no site que colaboramos, www.fabioabud.com.

Apresar de ser um assunto pra lá de polêmico, acho importante a discussão sobre o tema!


Esteroides anabolizantes sintéticos valem a pena?

Share on emailShare on twitterShare on facebookShare on printMore Sharing Services
                                                    Flávia & Marcos Lobão
Saúde & Energia



Os Esteróides Anabolizantes Sintéticos (EAS) são hormônios produzidos pelas glândulas endócrinas sexuais, os ovários nas mulheres e os testículos nos homens. São eles que fazem com que ocorram as mudanças físicas e bioquímicas durante a puberdade, definindo as características sexuais de cada individuo.

O que a população em geral muitas vezes desconhece é o fato de que as glândulas endócrinas produzem quantidades muito pequenas destes hormônios, enquanto as drogas comercializadas contêm doses elevadíssimas destas moléculas ou precursores diretos, substâncias que podem ser extremamente tóxicas e danosas ao organismo, principalmente ao fígado, coração, rins, e claro, testículos nos homens e ovários nas mulheres.

O termo esteróide refere-se à estrutura química dos hormônios que são fabricados a partir do colesterol. Já o termo anabolizante refere-se aos seus efeitos “construtores”, para as células, como por exemplo, a síntese de proteínas, que são essenciais para o funcionamento de todo o nosso corpo e para o aumento e manutenção da massa muscular. 

Assim como são produzidos medicamentos em laboratórios, os hormônios também são fabricados sinteticamente. O primeiro uso não médico dos esteróides anabolizantes sintéticos foi feito por soldados alemães na II Guerra Mundial com o objetivo de aumentar a força e a agressividade. Nos anos 50, começaram a ser utilizados por atletas competitivos, mas a partir dos anos 70, esse uso aumentou significativamente, passando a ser utilizado por homens e mulheres que buscam benefícios estéticos a qualquer preço.

Esses hormônios são utilizados como medicamentos no tratamento de diversas doenças, como por exemplo, em pessoas com osteoporose, câncer, em situações extremamente catabólicas (perda de massa muscular) como AIDS, alcoolismo, queimaduras graves e pacientes que fazem quimioterapia e radioterapia. Nesses casos, o uso é cuidadoso e acompanhado atentamente por médico e nutricionista, embasados por exames laboratoriais. Podem ser encontrados e administrados de várias formas, inclusive por via oral, através de cápsulas e comprimidos em variadas concentrações, ficando então outro alerta – Existem sim esteroides anabolizantes sintéticos também em comprimidos ou cápsulas!!

Mas, extremamente preocupante, é o uso dessas substâncias com finalidades estéticas e de melhora no desempenho físico, pois o acesso a elas tornou- se fácil e as doses usadas costumam ser 10 a 100 vezes maiores que as doses habitualmente prescritas nestes tratamentos. Muitas vezes são manipuladas sem qualquer cuidado, contendo impurezas e podendo até causar doenças infectocontagiosas, sem contar o fato de serem falsificados a todo o momento.

Os efeitos colaterais podem surgir a curto ou a longo prazo, dependendo da dose usada e do tempo, variando de pessoa para pessoa. O fato é que os efeitos colaterais existem e são gravíssimos como, por exemplo, tumores de fígado, doenças cardíacas, diabetes, atrofia de testículos, câncer de próstata, alopécia (queda de cabelo), virilidade feminina, entre outros.

Analisando o uso dos esteróides anabolizantes sintéticos em academias e, portanto, associado à prática de exercícios, existe uma questão séria, pois muitos indivíduos atribuem os benefícios que conseguem aos hormônios e se esquecem de que é possível ter resultados sólidos com a união de três fatores: DIETA, TREINO e DESCANSO.

Outro aspecto gravíssimo e que vivencio o tempo todo, é a prescrição e venda por péssimos profissionais de educação física e funcionários de academia, não só de anabolizantes como também de suplementos alimentares, muitas vezes ilegais no Brasil, ou que são anabolizantes disfarçados de suplementos, é o caso dos PHs (pró hormonais) que são vendidos em cápsulas ou em pó, mas são tão tóxicos (ou até mais) que os injetáveis.

E importante deixar claro que Suplementos Alimentares adquiridos em lojas especializadas, NÃO são esteroides anabolizantes sintéticos e devem ser prescritos ou indicados apenas por profissionais qualificados, ou seja, Nutricionista e Médico Nutrólogo.

Considerando toda a polêmica acerca desse tema, posso garantir que, visando saúde e qualidade de vida, a única opção viável é praticar exercícios físicos regulares, cuidar bem da alimentação sempre com supervisão de profissionais habilitados, ou seja, professores de Educação Física (atividade física) e Nutricionistas (dieta e suplementação).

Até a próxima.

E qual é a opinião de vcs? Bjussss.

5 comentários:

Clayton Trindade disse...

Olá Flávia, te encontrei por acaso procurando pela net sobre glutamina e me deparei com seu vídeo no you tube e achei um máximo e ja assisti quase todos hoje mesmo e morrendo de curiosidade entrei na sua página... olha malho a tempos mas naquele para e continua na academia por conta de faculdade trabalhos enfim.. hoje ha 1 ano e 2 meses religiosamente de segunda a sexta feira na academia me dedicando.. nas avaliações fisícas bons resultados mas ainda não é o esperado, faltam uns quilinhos ainda rsrs.. melhor vou entrar no tema neh kkkk .. então..querendo ficar grande rapido decidi injetar testosterona ultra lenta, no inicio ja vi um bom resultado e usei por 2 meses duas vezes na semana, até que consegui um resultado regular mas logo depois de 1 mes ja havia perdido metade do que ganhei.. logo não vale a pena maltratar seu proprio organismo por tão pouco resultado.. investir em uma boa dieta e suplementação esse é um negocião... da china kkkk.. um bj.. clayton trindade.

Ands disse...

Isso é muita hipocrisia...todas essas saradas que vcs postam ai nos blogs,fazem uso,isso é obvio...só que todo mundo nega,que é só treino e dieta bla bla,mas a realidade é outra....

Lidiane Pacheco disse...

Ahhh Flávia esse é o desânimo, vejo corpos lindos e me pergunto se um dia ficarei igual, focada na dieta e treino! Mas acho que não vale a pena ciclar, ganhar e perder, mesmo porque escolhemos essa vida como uma filosofia de vida... E vamos devagar, avante, sempre buscando objetivos. Bjs

Anônimo disse...

adorei teu texto flavinha!!! tenho uma duvida?? sobre o uso de pré treinos para o aumento de força??? gostaria de saber sua opiniāo??? se eles sāo perigosos tbém?eu tenho a mesma opiniāo que vc sobre isso...e como eu escuto pessoas que fazem o uso desses anabolizantes... eu fico apavorada por elass.... bjusssss
mirela

Anônimo disse...

A verdade é que sem os anabolizantes é mto difícil ter bons ganhos!! Atletas, no geral fazem uso dessas substâncias, claro q com acompanhamento médico, eNtao não vamos fingir q apenas dieta, treino e descanso Será o suficiente!! A realidade não é essa!! Tem tanta coisa q faz mal a saude como: cigarro, drogas, bebidas... E são liberados pela Anvisa! Que alias, na minha opinião é bem atrasada!! O texto é mto legal mas as pessoas não querem saber disso!! Conheço mtos médicos e nutricionistas, não só professores de academia q indicam e receitam anabolizantes! E que fazem uso tb!! Enfim, essa é a realidade! Sem anabolizantes, sem ganhos consistentes! A não ser que a genética seja sinistra!! Infelizmente a realidade é essa!!

Postar um comentário

Saradas tricotando!!!