terça-feira, 27 de agosto de 2013

Frango ou carne bovina? Quem te ajuda mais na dieta?

Oi gente!

Antes de começar a falar do assunto de hoje, queria pedir para vocês que tem blog atualizarem o meu novo endereço. As pessoas não estão localizando, o google não direciona pra cá de jeito nenhum ... Então se vcs pudessem avisar da minha mudança eu agradeceria demais.

Ok! Vamos para o assunto de hj: Que carne eu como?



Já que as wheys que andam por aí não dá pra confiar, vamos voltar ao básico: Proteína para mastigar!

As proteínas são a base da nossa construção muscular. Uma dieta pobre em proteínas e rica em carboidrato só faz com que se acumule gordura mais rapidamente e uma dieta pobre nos dois irá te dar um corpo magro, porém flácido sem tonicidade nenhuma.

A escolha da fonte proteica é fundamental para o sucesso da dieta. E aqui não vamos falar de whey, vamos falar de comida de verdade!

Na hora de escolher uma proteína é bom levar em conta a biosisponibilidade e digestibilidade. A biodisponibilidade nada mais é do que a quantidade de proteína presente em um produto que possuem todos os aminoácidos, já a digestibilidade é a quantidade que realmente será absorvida por completo pelo seu corpo. Um exemplo para entender bem é o leite e seus derivados. O leite é o alimento com maior biodisponibilidade, mas não podemos dizer o mesmo da digestibilidade uma vez que as pessoas que são intolerantes a lactose não conseguem aproveitar todos os aminoácidos do leite porque não conseguem digeri-los por falta da enzima lactase.

Outro alimento altamente benéfico para ajudar na construção da musculatura é a carne (bovina, frango, peixe). Mas é preciso ficar atento na hora da escolha. Dentre as três, a melhor opção seria comermos mais peixe do que carne vermelha ou de frango porque o peixe é riquíssimo em proteína e (dependendo da espécie) pobre em gordura, mas mesmo os peixes com mais gordura, como salmão, sardinha ainda são ótimas opção pois essa gordura nada mais é do que ômega 3 e gordura é essencial, não pense que toda gordura é vilã, mas isso é assunto para outro dia!

Agora verdade seja dita, nós brasileiros não temos o hábito e comer tanto peixe e sempre ficamos entre a carne vermelha e o frango.

Então qual dessas duas seria melhor?

A carne vermelha tem uma quantidade de gordura que varia desde 7 a 26g em cada 100g.

1. Patinho - 7 gramas (2g de saturada)
2. Maminha - 7 gramas
3. Músculo - 7 gramas
4. Lagarto - 9 gramas
5. Filé mignon - 9 gramas
6. Coxão duro - 9 gramas
7. Coxão mole - 9 gramas
8. Acém- 11 gramas
9. Alcatra - 12 gramas
10. Contra-filé de costela - 13 gramas
11. Cupim - 13 gramas
12. Picanha - 20 gramas
13. Fraldinha - 26 gramas
14. Costela - 28 gramas


E o grande problema é que grande parte dessa gordura é saturada, ou seja gordura que tem benefício nenhum.

Já a carne de frango, apesar de também ser bem diversificada em relação a gordura, sendo 15g  na sobrecoxa e apenas 2,5g  no peito, possui mesmo gordura saturada que a carne vermelha 4,2g na sobrecoxa e 0,9g no peito grelhado.

Uma outra grande vantagem de se consumir carne é que tanto a vermelha quanto a de frango possuem grandes quantidades de creatina, sendo na vermelha um pouco maior do que na do frango. A creatina também é excelente para o desenvolvimento da musculatura.

Além de mais saudável, (deixando de fora o assunto dos hormônios usados nas aves) o carne de frango é mais barata do que a carne bovina o que facilita o consumo na dieta. E vários estudos já associaram fortemente o consumo excessivo de carne vermelha com doenças cardiovasculares.

Então não fique com medo de comer proteína de origem animal, são as mais completas. É só ficar de olho em algumas dicas como:

1) escolha sempre cortes magros,
2) fique de olho na quantidade de gordura saturada, essa não deve ultrapassar 10% da ingestão total diária,
3) coma carne vermelha só uma vez por semana, dê preferência para as carnes brancas.
4) enjoou de frango? Vai de ovo! Tb possui um ótimo perfil de aminoácidos, só fique de olho na gema, use 3 durante a semana, no máximo, por causa dos níveis elevados de colesterol.

Espero que tenha ajudado a esclarecer a dúvida de vcs e principalmente da querida Maísa Barbosa que carinhosamente me pediu para escrever sobre o assunto.

Bem gente, é isso! Se vcs tiverem alguma dica, conselho ou opinião é só deixar nos comentários!

Bjs.

4 comentários:

Eliane Dutra disse...

Flavinhaaaa adorei o post mais posso falar ...esse mito de colesterol na gema BALELA como 2 pra cada 5 claras e meu colesterol tá ok...bom pelo menos o nutrólogo me falou q a mairo concentração de ptn tb tá na gema...vai se saber...masss como vc tá estudando nutrição talvez possa tb possa me direcionar...obgada pelo post esclarecedor #sou fã :D

Gi disse...

Fla, confesso que um dos motivos de eu consumir whey nem é só pela qualidade, mas para diversificar a alimentação mesmo e pelo sabor... um dia chego lá. Quanto à carne vermelha, até queria gostar, mas não consigo... parei de comer há mais de 10 anos. As vezes até o frango me custa =/

P.S.: indo atualizar o endereço do seu blog!

Bjao

Maisa disse...

Adorei o post!
Grata!

Larissa Cavalcanti disse...

Olá! Flávia, descobri seu blog via face e desde então sou fã!
Será que você poderia falar um pouco da proteína de soja? Troquei o frango por ela três vezes na semana e me sinto bem, será que é por engano como os wheys?
Obrigada.

Postar um comentário

Saradas tricotando!!!